Google
 

quarta-feira, 2 de abril de 2008

BRAZIL: THEATRE OF DICOVERY - Music in Brazil during the XVI and XVII Centuries




TEATRO DO DESCOBRIMENTO


Música no Brasil nos séculos XVI e XVII

Anna Maria Kieffer (concepção)

Cantigas ibéricas (sécs. XIII-XVI)
Cantigas tradicionais brasileiras
Cantos indígenas recolhidos por Jean de Léry, Hans Staden, José de Anchieta e Gregório de Matos
Música no Brasil holandês - A Sinagoga do Recife
A presença africana

Anna Maria Kieffer, mezzo-soprano
Ruben Araujo, tenor
David Kullock, barítono
Mario Solimene, baixo
André Litwak Gassoul, shofar (participação)

ANIMA:
Isa Taube, soprano
Ivan Vilela, violas
João Carlos Dalgalarrondo, percussão
Luiz Henrique Fiaminghi, rabecas brasileiras
Patricia Gatti, cravo
Valeria Bittar, flautas doces e buzinas

A viagem
1. Em Lixboa sobre lo mar (João Zorro, Lisboa, séc. XIII)
Quantas sabedes amar amigo (Martin Codax, Galiza, séc. XIII)

2. Ferrar panos (Tradicional, João Pessoa, Pb - rec. por Mário de Andrade, 1928)
Meus olhos van per lo mare (Anôn. séc. XVI, Cancioneiro Barbieri)

3. Parti ledo por te ver (Anôn. séc. XVI, Cancioneiro de Elvas)
Manuel, tu não embarques (Tradicional, Penha, Rio Grande do Norte - rec. por Mário de Andrade, 1928-29)

4. Rema que rema (Tradicional, Souza, Pb - rec. pela Missão de Pesq. Folclóricas, 1938)
Sr. piloto, nosso leme está quebrado (Tradicional,João pessoa, Pb. - rec. por Mário de Andrade, 1928-29)
Ay, Santa Maria, valed-me! (Anôn. séc. XV, Cancioneiro de La Colombina)
Tu, gitana, que adevinas( Anôn. séc. XVI, Cancioneiro de Elvas)

5. Romance da Nau Catarineta (Tradicional, citado por Pereira de Melo em A música no Brasil, Bahia, 1909)

6. Toda noite e todo o dia (Anôn. séc. XVI, cancioneiro de Elvas)


Terra Brasilis
7. Cantos Tupinambás (Rec. por Jean de Léry)
Salmo 130 (De profundis) (Martin Luter, 1523, cit. por Hans Staden em Warhaftige Historia und Bescheibung..., 1557)

8. Quien te visitò Isabel? (Pe. José de Anchieta, 1595 eMúsica: Francisco Salinas)
Xe Tupinambá guasú (Pe. José de Anchieta, 1595)
Mira el malo (Pe. José de Anchieta e Música: Juan Bermudo)

9. Mira Nero! (Pe. José de Anchieta e Música de Mateo Flecha em Las Ensaladas, Praga, 1581)

10. Bendito do Menino Jesus (Tradicional, Brejo da Madre de Deus, Pe - rec. por Fernando Lébeis, 1960)


A flauta de Matuiú
11. Variações sobre Wilhelmus Van Nassouwen (Jacob Van Eyck, Holanda, a partir de Philippa de Marnix, ca. 1595)

12. Marinícolas / Marizápalos (Gregório de Matos Guerra ca. 1668 e Música: Libro de varias curiosidades, Peru, séc. XVII)

13. Sapateiro novo (Aboio tradicional, Ce - rec. por Leonel Silva, antes de 1928)

14. Zecher asiti leniflaot El (Isaac Aboab da Fonseca, Recife, 1646 e Música: David Kullock, 1999)

15. Mi chamocha (Isaac Aboab da Fonseca, Recife, 1646)

16. Az lashir moshé (Tradicional, cantado no Recife en 1648)

17. Baiano do boi (Tradicional, Bom Jardim, Rio Grande do Norte - rec. por Mário de Andrade, 1928-29)

18. Cantiga de engenho (Tradicional, Natal, Rio Grande do Norte - rec. por Mário de Andrade, 1928-29)
Canto de quilombo (Tradicional, Alagoas0
Refrão do Maracatu Misterioso (Antônio José Madureira e Marcelo Varela)

19. Congada (Tradicional, Ilha Bela, São Paulo - rec. por Paulo Dias e Marcelo Manzatti, 1994)

20. A barca nova (Tradicional, Alagoa Grande, Pb. - rec. pela Missão de Pesq. Folclóricas, 1938)

Um comentário:

tio_zuk disse...

O CD é realmente lindo e muito singular, tem uma beleza que envolve muito nossa cultura. Este cd é MUITO BOM, altamente recomendado para quem é realmente brasileiro e quer conhecer mais da nossa cultura.

PS: Se o responsavel por este maravilhoso blog se interessar, eu tenho um cd que fala da musica trovadoresca influenciando a musica nordestina nos tempos de colonia. Se quiserem entrar em contato, mande-me um e-mail para tio_zuk@hotmail.com

Abraços.

pensando clássicos Headline Animator

Orkut: Comunidade Música Brasileira de Concerto

Um espaço para todos os visitantes deste blog, onde poderemos trocar idéias para futuro do blog, discutir temas relativos à música brasileira e também nos conhecer.

Comunidade Música Brasileira de Concerto